Karla Mello

Amar pode ser poço... Amar nunca será vão.

.. Escreve a Florbela Espanca .. "Sou talvez a visão que Alguém sonhou, Alguém que veio ao mundo pra me ver e que nunca na vida me encontrou"
Textos

O Jardineiro de Mim
Espaço(me)
Entre o seu mau uso
E o que
A amorosa(mente)
Lembra-me quem sou.

............. Desarmo o gatilho .............

Pousa-me
O teu tom
pacifica(dor)
E o choro que é
Tão sem cor
Pausa(me)
No amoroso instante
Quado tu sopraste
- leveza e frescura -
Na flor...
Do meu singelo Amor.

Tu és... todas as minhas cores.
Eu quero ser... o teu canteiro de flor.

Karla Mello
29 de Abril de 2020
Karla Mello
Enviado por Karla Mello em 29/04/2020
Alterado em 29/04/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras