Karla Mello

Amar pode ser poço... Amar nunca será vão.

.. Escreve a Florbela Espanca .. "Sou talvez a visão que Alguém sonhou, Alguém que veio ao mundo pra me ver e que nunca na vida me encontrou"
Textos

Febre de Não Ser
Une-se ao frio que é lá fora e sêco
À uma estranheza fria que está e faz rima.
Janelas embaçadas - olhos
Da respiração ofegante de ser e definhar sem som.
Quente. É a febre de não ser.

Karla Mello
27 de dezembro de 2014
Karla Mello
Enviado por Karla Mello em 27/12/2014
Alterado em 26/01/2015
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras