Karla Mello

Amar pode ser poço... Amar nunca será vão.

.. Escreve a Florbela Espanca .. "Sou talvez a visão que Alguém sonhou, Alguém que veio ao mundo pra me ver e que nunca na vida me encontrou"
Textos

Jardineiro de Mim
Vou tocando a minha lida,
Tocando em notas tão Tuas
Todas exalam à Jasmim.
Replantaste o meu canteiro
Replantando alguns amores,
Arrancaste as minhas dores,
Ervas daninhas de mim.

Aparando as minhas lágrimas
Nos regadores de mim
Encho e ponho-os todos, enfim
Ao pé do madeiro - Ele É princípio e fim.
E com eles, a tua ternura
Rega todo o meu jardim.
...................... Silencio.

E eu fecho os meus olhos meninos
E já sinto saudades do Tejo
Rio, amado meu, te guardo
Dos meus segredos e confins
Sou confusa... E sou tão grata
| As minhas vestes cheiram à Jasmim |
Por Tuas mãos, Meu Senhor... Meu Senhor...
Deste-me uma família em canteiros!
Deste-me, a conversar, um rio inteiro!
E um jardineiro de mim.

Karla Mello
09 de Novembro de 2017
Karla Mello
Enviado por Karla Mello em 09/11/2017
Alterado em 09/11/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras