Karla Mello

Amar pode ser poço... Amar nunca será vão.

.. Escreve a Florbela Espanca .. "Sou talvez a visão que Alguém sonhou, Alguém que veio ao mundo pra me ver e que nunca na vida me encontrou"
Textos

Do Azul
Azul do aquário
Peixinho preso
Vi num outro dia
Nas páginas quase felizes
Do mundo imaginário
De dores no armário
Embutido.

Azul do que é
No céu da minha pátria
E de todos os céus
Das cenas tristes ou hilárias
Do mundo vivido
Das dores encerradas
Dos olhos cerrados
Do amor mal vivido.

Azul do que sou
No silêncio da lucidez
Pensam todos que muito falo
Mas se estou lúcida, calo
Sob a voz que, reflexiva, fala
Que minh'alma cala
Do mundo que fui
Das dores que causei
Do tanto que, equivocado
Andei e Amei:
Amada.
Amados... Amemos.

Peixinho preso
Em seu mundo azul.
O mundo é maior
Do que todo o azul de Amar.
Do que todo o azul do céu
Quando abraça o mar.

Karla Mello
14 de Setembro de 2017
Karla Mello
Enviado por Karla Mello em 14/09/2017
Alterado em 14/09/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras